LG G Watch chega ao Brasil no próximo mês.

Em pré-venda em diversos países europeus e asiáticos por US$ 255, o LG G Watch tem um design bem mais simples do que o de seus concorrentes, o que poderá torná-lo comercialmente melhor. E em julho é a vez do Brasil receber o relógio. 

O eletrônico é o primeiro relógio inteligente da LG a operar com o Android Wear, sistema do Google que leva o Android para produtos vestíveis.

A fabricante LG anunciou que "o design simples do G Watch traz acesso fácil a informações úteis e conectividade direta com smartphones Android, permitindo que o usuário, além de ver a hora, tenha acesso a mensagens, ligações recebidas e controle da lista de música sem tirar o smartphone do bolso".

Com um sistema aperfeiçoado de reconhecimento de voz, o G Watch deixa de obter botões, o que destaca seu design simples e eficiente. O aparelho é resistente a poeira e água e deve chegar ao mercado brasileiro no mês de julho, com preço a ser divulgado pela LG.

Matéria completa: http://canaltech.com.br/noticia/smartwatches/LG-G-Watch-chegara-ao-Brasil-no-proximo-mes/#ixzz35w5DVFJ4 
 

 

 

Fonte: Canaltech

“”

Samsung deve anunciar sua nova linha de smartwatches esta semana

“ A Samsung planeja fazer o anúncio oficial de lançamento do seu primeiro dispositivo com o sistema operacional Android Wear na Google I/O 2014, conferência anual realizada pela Google que acontecerá na cidade de São Francisco, na Califórnia, nesta semana. De acordo com as informações do site Cnet, o dispositivo será um smartwatch – muito similar ao Samsung Galaxy Gear lançado no…

Novo vazamento detalha as especificações do Galaxy Note 4

Ainda faltam alguns meses para setembro, quando tradicionalmente a Samsung revela uma nova versão do Galaxy Note.

Apesar da proximidade cada vez maior, pouco se sabe sobre o aparelho da fabricnate sul-coreana.

O site SamMobile, especializado em informações sobre os produtos da Samsung, divulgou recentemente um pouco mais sobre o Note 4, o que nos dá uma pequena noção do que veremos pela frente.

Obviamente o aparelho será grand e a tela deverá ter entre 5,7 e 6 polegadas, com uma super resolução QHD de 2.560 x 1.440 pixels feita de AMOLED.

Ao que tudo indica, ele virá em duas versões: uma para o mercado norte-americano, sul-coreano, japonês e chinês, que terá o poderosíssimo processador Snapdragon 805 da Qualcomm; e outra para os demais mercados (incluindo o Brasil), que será equipada com o processador Exynos 5433.

A câmera traseira será de 16 MP e contará com um sistema de estabilização óptica de imagem fabricado pela Sony. A novidade deve garantir fotos boas em movimento. A câmera frontal, por sua vez, terá 2 MP e virá com o mesmo sensor do Galaxy S5.

Os demais sensores serão os mesmos que o do S5, com exceção de uma novidade até agora inédita: um sensor de raios ultravioleta. Especula-se que ele servirá para proporcionar um sistema mais eficiente de detecção da claridade para um melhor gerenciamento do brilho automático, mas também pode servir para informar ao usuário quando ele estiver exposto a níveis perigosos de raios solares – o que parece útil.

Outra característica interessante é que o modelo com o processador Exynos virá com o modem 4G modelo XMM7260 fabricado pela Intel, que é da Categoria 6 da LTE, o que permite velocidades de até 300 Mbps em redes que suportam a tecnologia. Mas não espere fazer proveito disso aqui no Brasil.

Para fechar, é bem razoável apostar que o aparelho virá com a tradicional caneta S Pen e que sua integração com o telefone seja melhorada. Sobre o sistema, o mais provável é o Android, claro, mas, com o recente lançamento do primeiro smartphone utilizando o Tizen, não seria uma surpresa tão grande assim que a empresa lançasse o Note 4 com seu sistema proprietário como uma tentativa de popularizá-lo. Algo bem improvável, mas não impossível.

 

Fonte: CanalTech

“”